Mostrando postagens com marcador amor. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador amor. Mostrar todas as postagens

22 de dez de 2013

RELACIONAMENTO NÃO É DISPUTA!

    Deixe que a Guerra dos Sexos seja apenas título 
              de novela ou desenho animado


amor-nao-eh-disputa

Como eu gostaria que as pessoas enxergassem quão abençoadas são, pelas coisas simples do dia-a-dia. Como por exemplo, frases ditas no "piloto automático",  mas pra quem as ouve faz grande diferença:

 - Bom dia, amor!  - Nem sempre desejando um dia tão bom, porque SO-NHA-MOS que a criatura estava nos traindo!!
                                                                          ou
 - Pega a minha toalha, por favor!  - Nem sempre acompanhada do por favor...
                                                                          ou
 - Eu te amo! - Sem obrigar o outro (com um olhar de matar uma planta comigo-ninguém-pode)  a responder super, hiper, mega, ultra, enfaticamente - Eu também te amo, amor!!

Lembrem-se, meninas, o bicho-homem é econômico. Ele pode até falar, mas, o mais provável é que seja um simples:    - Eu também.

Até aquele  - PORQUE VOCÊ NÃO ATENDEU QUANDO EU LIGUEI?? -  faz uma falta  danada!

Por tudo isso, PRECISO dizer a vocês que por mais bobo que pareça, por mais chato, e muitas vezes ficamos de saco cheio, nos sentimos a última das mulheres, ainda assim, é uma bênção!!
Aproveitem a presença física, não vejam a rotina apenas como uma inimiga, a tampa do vaso levantada não é o fim do mundo, a toalha jogada não é um tsunami, e se possível, depois de todas essas "catástrofes", briguem menos.  Tudo isso é bom demais!!!

O relacionamento não é uma disputa, onde um tem que "ganhar" do outro, mandando mais, ou sendo menos carinhoso - porque, equivocadamente, há quem pense que demonstrar afetividade é demonstrar fraqueza,  tratar com mais cuidado, ou, como é muito propagado: - Tenho o mesmo direito que você! Direito que, significa ser menos atenciosa, ou sair com as amigas, quando ele sair com os seus amigos (não é que você não pode sair com as amigas, pelo amor de Deus!). A questão é, você deve sair quando estiver com vontade, e não apenas porque ele saiu...

Diferenças existem, e devem existir. Desde que sejam encaradas de maneira saudável.
Aproveitem o amor, a vida, e até as diferenças. Sejam felizes!

23 de set de 2012

AMOR EXCEDENTE

já-ouviu-falar-em-amor-excedente-
Você já ouviu falar em  amor excedente? Não? Até ontem eu também não tinha ouvido falar...

Uma amiga me fez a seguinte pergunta: - Núbia, o que você vai fazer com o seu amor excedente? E diz ainda ela:  - Vou tentar ser clara.... tentou, demorou, mas conseguiu ser! (risos...) Vou resumir essa parte da conversa: 

18 de fev de 2012

TEMPO....UM PARADOXO

São quatro meses sem a sua presença física.

Desde ontem que não me sinto bem.....
O que me fez compreender que, inconscientemente, algo dentro de mim estava atento à data.

Após a sua partida, Ainho,   encontro-menum turbilhão de sensações. Parece que o tempo não passa, e parece que já passou um século!

Eu ouço a sua voz. Seja reclamando, me pedindo alguma coisa, ou seja me dizendo: te amo, amor .

Eu sinto falta do seu cheiro, ao mesmo tempo em que sinto o seu perfume. Sinto a sua presença, muitas vezes você parece estar dentro de casa, ao mesmo tempo em que parece que um buraco se formou com a sua ausência. Procuro olhar a sua foto, ao mesmo tempo em que sequer consigo encará-la por segundos. Quero lembrar de momentos alegres, e ao mesmo tempo procuro tirar todo e qualquer pensamento que me conecte a você, porque isso me faz sentir uma dor quase física.
Eu sinto falta de tudo! Sinto tanta falta, mas não posso me entregar a esse sentimento, porque nossos filhos, apesar de adultos, ainda precisam de mim. E eu preciso lutar porque não temos mais você pra nos prover, e proteger. E o mundo, Ainho, tem sido bem do jeitinho que você imaginava que era:
lento na compaixão, rápido no esquecimento, cruel com aqueles que nada têm a oferecer, e com uma memória muito fraca diante de tudo o que você fez como profissional, e como ser humano.
Se existisse a possibilidade de você ouvir esse meu relato, tenho certeza absoluta que me diria como resposta: - É a vida, amor.  Normal!!!

E tentando pensar como você, eu sigo nessa caminhada. Sempre na companhia confortadora de nossos filhos, alguns amigos que permaneceram, e principalmente, nos braços do Nosso Pai Todo Poderoso. Que me conforta, que me dá forças, que me permite chorar quando já não aguento mais, que renova as minhas esperanças, quando fraca e debilitada estou, e que me faz lembrar que se eu fiquei é porque a minha tarefa ainda não foi cumprida. Obrigada Senhor!

Que o Senhor continue me dando forças pra suportar a dor da tua ausência, capacidade pra cumprir o meu papel de mãe e provedora, e resignação pra aceitar àquilo que não posso mudar.

Agradeço a Deus por ter me dado a capacidade de sentir o amor, na verdadeira expressão da palavra. Um amor capaz de deixar partir, quando o amado assim o quis, e de perdoar e aceitar o seu retorno. E é esse amor que vou levar comigo até o momento de reencontrá-lo, se for essa a vontade do Senhor.

Te amo, Ainho.



9 de fev de 2012

QUANTO VALE?

Quanto vale o amor, uma amizade, uma lembrança, um abraço, um beijo, um obrigada, um pedido de desculpas?

Penso que não tem preço! Como não tem preço um favor, uma palavra amiga, um ouvido pra te escutar, e não apenas pra te ouvir. Um "como você está?", querendo de fato ouvir a resposta. Uma oração intercessória, e outros tantos gestos de carinho e amor que recebemos ao longo de nossas vidas.


Temos que ter o cuidado de não deixarmos pra depois achando que "isso não é muito importante, amanhã eu faço". O tempo trabalha em silêncio. Ao mesmo tempo que ele cura, ele causa danos, muitas vezes irreparáveis. Portanto, não deixemos de dizer "- Eu te amo!" Se for sincero, claro! Nem de pedir perdão, desculpas, de mostrar que estamos presentes, mesmo quando ausentes. De agradecer por algo que nos fizeram, mesmo que seja simples e corriqueiro. Dar um abraço, um beijo, ou ambos. E daí se a pessoa, por não estar acostumada, achar que estamos loucas(os)? Fazer uma visita, uma viagem, pra revermos alguém a quem amamos, porque não temos tempo ou dinheiro suficientes.

Aproveitemos todo e qualquer momento da nossa vida! Seja com sofrimento ou com alegria. Agradeçamos a Deus, pelo fato de estarmos vivos. Estando vivos inúmeras possibilidades se apresentam. Existem chances de errar? Claro. Mas também existem de acertar!!!

Se existisse um "Contador de Saudades", um minuto que deixamos de ficar com quem amamos, transforma-se em um ano de saudade quando essa pessoa já se foi....Imaginem quantos anos de saudade  podemos evitar.

A tristeza futura que podemos evitar, é a alegria presente, mesmo que não a enxerguemos. Olhemos um pouquinho adiante dos nossos narizes, dos nossos umbigos, e das nossas imagens refletidas no espelho. Existe alguém, até mesmo do nosso lado, que precisa de nós!

Finalmente, gostaria de agradecer a todas as pessoas, que de uma maneira ou outra, tem me ajudado a passar por esse "deserto" momentâneo. Sei que a saudade e a falta do meu amor, sempre me acompanhará. Assim como, eu sei que um dia ela vai doer de uma maneira possível de aguentar. Todo o apoio que recebemos como família, jamais será esquecido. Traduza-se como ajuda até aquela pessoa que carinhosamente lê o meu blog.

Muito obrigada pelo carinho!!


"...se for possível, quando estiver em vós, tende paz com todos os homens."

"...não te deixes vencer do mal mas vence o mal com o bem." Romanos 12:18 e 21
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...